quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

O choro na calçada...



Hoje sentí saudade do tempo das calçadas.
Da liseira de todo mundo pra comprar aquela pingosa com refri; juntar as moedinhas. Rir dos foguetes que não eram pra mim.
Aquele vento de fim de tarde nas caixas d'água.
Aqueles sorrisos sinceros me dizendo: "vem! sou teu amigo!"
O grupo de chorinho maravilhoso!!!!!!!
A velharada tomando red label.
A molecada pagando de gatões tomando Pitu.
Éramos quase atração turística.
Aquele cheiro de picanha... Ataaaaaaaaaaaca bando de flagelados!
Hahaha! Comédia esse tempo.
Dançar sem se importar com quem tá olhando.
Yes, nós gostamos de chorinho.
O "Carinhoso".
Projeto Choro na Calçada.
Pinxinguinha.
Noel Rosa.
Emoção á flor da pele.
Pena que isso ficou pra trás...
Os sorrisos outrora sinceros agora viraram pó.
O vento virou mormaço.
A pinga agora são os cacos que foram pro lixo...
Meus olhos já não são tão carinhosos.
E tem gente que não gosta de chorinho.
A caixa d'água é só monumento. Deixou de ser parte de mim.

3 comentários:

Ana Rocha disse...

Desilusão, desilusão.. danço eu dança você na dança da solidão...

aline disse...

Como era bom...
Era o lugar do encontro dos contrastes
marcianos, lunaticos e terraquios...
O encontro da cachaça- desgraça- com o uisque importado.
Branco, negro,loucos, seticos, amadores e curiososs
e nos como pano de fundo de tudo issso

tempos q vão ficar guardados no meu coração, onde a amizade era facil e o abraço mais apertado

bjssss

Lolita disse...

foi nossa "Era da Revolução", como diria Hobsbawn!!!! Ô SAUDADIA!!!!!!!!